Projeto “Investigação Operária”

O presente projeto foi apresentado no ano de 2011 à II Chamada Pública do Projeto Marcas da Memória, da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, e selecionado por Comitê independente para fomento. A realização do projeto objetiva atender as missões legais da Comissão de Anistia de promover o direito à reparação, memória e verdade, permitindo que a sociedade civil e os anistiados políticos concretizem seus projetos de memória. Por essa razão, as opiniões e dados contidos na publicação são de responsabilidade de seus organizadores e autores, e não traduzem opiniões do Governo federal, exceto quando expresso em contrário.


Em consonância com o trabalho realizado pela Comissão de Anistia e o Projeto “Marcas da Memória”, o IIEP – Intercâmbio, Informações, Estudos e Pesquisas entende que os projetos de memória sobre o período da ditadura civil- militar (1964-1985) colaboram no processo de reparações coletivas trazendo a reflexão sobre as violações aos direitos fundamentais dos cidadãos e promovendo o repúdio a repetição de tais erros.

Neste sentido, propomos registrar a memória de um grupo de trabalhadores e militantes que atuaram conjuntamente em torno da Oposição Sindical Metalúrgica de São Paulo (OSM-SP) e sofreram tais violações parece-nos mais um meio para o reconhecimento das injustiças ocorridas. Dentre os exemplos de mecanismos de repressão utilizados contra os trabalhadores e militantes estão: as prisões e torturas, os assassinatos, a infiltração de agentes da repressão nos locais de trabalho e organização, a vinculação entre as seguranças privadas e o aparato repressivo estatal. Pretendemos neste trabalho as memórias e as histórias destes mecanismos.

Cabe lembrar que parte significativa deste grupo já está participando do Projeto Memória da OSM-SP (Oposição Sindical Metalúrgica de São Paulo) que desde 2007 vem organizando estas pessoas e grupos para refletir suas memórias das suas lutas e resistências, o que facilitará a articulação das oficinas e entrevistas. Em seguida expomos alguns dados da história do movimento sindical em São Paulo no período ditatorial que fazem entender a dimensão dos mecanismos de repressão utilizados contra os trabalhadores.

Em 1964, após a Intervenção do Estado sobre o Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, os antigos dirigentes ligados ao PCB e ao PTB são perseguidos, presos e torturados. Numa confluência de interesses e com o respaldo de um regime autoritário, os empresários se viram com as mãos livres para implantar nas fábricas um sistema de exploração e opressão. A atuação da OSMSP no movimento sindical se dá dos anos 1960 aos 1990. Além de representar uma categoria de relevante dimensão política, influenciou fortemente a criação de Oposições Sindicais em todo o Brasil e as articulações que culminaram na criação da CUT.

Nas lutas operárias e contra a ditadura militar a OSM-SP teve toda sua coordenação presa e torturada em 1974, três militantes assassinados – Olavo Hansen, Luiz Hirata e Santo Dias, além de dezenas de militantes desempregados e perseguidos e outras dezenas presos e torturados.

Entendemos como fundamental a participação da Comissão da Anistia do Ministério da Justiça tanto no processo de trabalho como no lançamento do livro, bem como de entidades, arquivos públicos e universidades que tenham interesse nesta pesquisa. Os resultados previstos na execução desta proposta são: a mobilização do público-alvo e outros partícipes para a temática dos mecanismos de repressão utilizados contra os trabalhadores; a coleta de entrevistas que relatarão estes mesmos mecanismos; a elaboração de um livro de memória sobre estes mecanismos, acompanhado de DVD do processo de trabalho.

A abrangência geográfica do projeto se restringe a cidade de São Paulo, porém certamente se conecta tematicamente com um processo que ocorreu em todo Brasil.

Extrato da proposta do projeto

Anúncios

One thought on “Projeto “Investigação Operária”

  1. Pingback: Veja as fotos da oficina da Região Sudeste « Projeto Investigação Operária

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s